Você está em

Novidades

23/05/2018

Marketing de Incentivo deve dobrar de tamanho no Brasil

Com a nova CLT, que passou a valer a partir de 11 de novembro de 2017, instaurou-se um novo entendimento oficial de que prêmio não é salário. Desta forma, o mercado de Marketing de Incentivo, que apresentava movimentação estimada no país de R$ 8,5 bilhões em 2015, deverá dobrar de tamanho. Agora as empresas já podem premiar seus colaboradores sem incidência de reflexos trabalhistas, da contribuição previdenciária e do FGTS.

De acordo com o último levantamento da AMPRO, as ações de Marketing de Incentivo já correspondem a mais da metade (56%) do investimento das empresas em Live Marketing, perdendo apenas para as ações promocionais e os eventos corporativos, como feiras e congressos. O estudo diz ainda que 93% das empresas pesquisadas pretendem manter ou aumentar seus investimentos em ações de Live Marketing até 2019.

O abrangente conjunto de ferramentas e conceitos do Marketing de Incentivo é um dos principais alavancadores de crescimento econômico. Agora, com a modernização legislativa e o surgimento do marco legal, a transformação da economia deverá ser ainda mais rápida e o incremento de competitividade internacional também.

A aprovação do marco legal específico permite que o modelo brasileiro de Marketing de Incentivo multiplique seu desenvolvimento e benefícios, dentro do conjunto de matérias e caminhos do Live Marketing na economia. Afinal, trabalha com os sonhos das pessoas e objetivos das empresas para alcançar os resultados mais importantes das organizações.

 

Fonte: Com dados da ABEOC BRASIL

By Doma Design